gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Vai viajar de carro com seu pet?

26 de julho de 2017

No mês das férias, não existe nada melhor do que aproveitar seu tempo livre para viajar ou planejar diferentes passeios na sua cidade. Nesse período, é comum encontrar motoristas rodando com o seu animal de estimação solto no carro, encostado na porta, com a cabeça para fora ou no colo. Esse comportamento, além de ser proibido por lei, coloca em risco a segurança e a integridade física dos passageiros e dos pets.

Gerson Burin, coordenador técnico do CESVI BRASIL/MAPFRE (Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE), alerta que o transporte dos animais deve ser realizado com a utilização de bolsas, caixas plásticas de transportes, de preferência forradas com nylon ou tecido ou também com os cintos de segurança próprios para os pets, que protegem os bichinhos no carro. “É indicado que o animal fique no banco traseiro, devidamente seguro, a fim de impedir que distraia o motorista ao volante”, afirma.

Também não é recomendado usar o cinto de segurança do veículo, pois não foi projetado para o transporte dos animais, nem coleiras, guias e peitorais revestidos, que, por mais funcionais que sejam, aumentam o risco de traumas, lesões e até enforcamento em caso de acidente. Já para os condutores que têm um bichinho de estimação de grande porte, o ideal é retirar o tampão traseiro, no caso de veículos tipo pick-up ou wagon, e fixar bem a caixa de transporte para que, durante o trajeto, não sofra deslocamentos bruscos que possam machucar o animal.

Pets no Brasil

Segundo dados do IBGE, o Brasil é o segundo país no mundo em número de cães, gatos, aves canoras e ornamentais, e o terceiro país em faturamento no setor. Os dados demonstram que o brasileiro se preocupa com seu companheiro de quatro patas e está disposto a pagar por serviços de qualidade e que atendam às suas necessidades.

Almir Fernandes, presidente da MAPFRE Assistência, explica que, assim como seus donos, cães e gatos também precisam se preparar para uma viagem. É necessário levar ração, brinquedos e outros objetos que façam com que o animal se sinta mais confortável durante o passeio.

Dentro desse cenário, a MAPFRE Assistência possui a Assistência Emergencial PET, que oferece atendimento para cães e gatos domésticos com cobertura veterinária 24 horas. Entre os principais serviços disponíveis estão a implantação de microchip no animal assistido, aplicação de vacinas em domicílio, assistência e transporte emergencial, além de internação e cirurgia veterinária. É uma solução completa para empresas que queiram oferecer serviços diferenciados aos seus clientes.

O serviço de assistência veterinária tem o objetivo de atender um mercado que, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), faturou no país um total de R$ 18,9 bilhões em 2016. Mesmo em um ano de retração econômica, o segmento só perde lugar no ranking global, para os Estados Unidos e o Reino Unido.

A solução conta com uma rede credenciada de clínicas e hospitais veterinários nas principais cidades do País. “Queremos oferecer tranquilidade aos donos e seus animais, para isso, contamos com prestadores de serviço de confiança”, ressalta Fernandes.

Fonte: CDN

ALE