gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Seis tendências que prometem revolucionar comando das empresas

24 de julho de 2019

Page Executive revela as principais tendências executivas e seus impactos na gestão de negócios e relações trabalhistas

Profissionais mais experientes em sintonia com os millennials. Processos mais dinâmicos e tecnológicos. Diversidade nas lideranças. Estas são algumas das descobertas apontadas no Tendências Executivas 2019, relatório produzido pela Page Executive, unidade de negócios do PageGroup dedicada ao recrutamento de executivos do alto escalão, a partir da análise de 160 consultores da companhia alocados em 26 países. O material sintetiza os principais desafios que os líderes empresariais enfrentam atualmente na administração de seus negócios e relacionamento com seus colaboradores.

Para Gabriela Gola, sócia-diretora da Page Executive, essa lista resume a agenda de trabalho do alto comando das empresas e reflete o que eles estão buscando para se tornarem mais competitivos e eficientes. “Sem essas transformações as companhias tenderão a ficar para trás e perderem espaço rapidamente no mercado. São insights e reflexões que fazem parte de como as empresas deverão se posicionar daqui em diante. É uma demanda da sociedade, um caminho sem volta”, explica.

O consultor detalha abaixo quais são essas transformações em curso e como estão impactando os negócios e relações de trabalho. Confira:

Transformação Digital

As mudanças tecnológicas estão cada vez mais presentes no ambiente corporativo. Reduzir custos e automatizar processos são apenas algumas das praticidades que a tecnologia pode trazer para os negócios. Porém, alguns executivos relutam em aceitar os novos ventos. De acordo com estudo da Forrester, cerca de 60% dos executivos ao redor do mundo creem que suas empresas não estão acompanhando a transformação digital como deveriam. “Incorporar novos processos ao seu modelo de negócio é necessário. Num mundo que automatiza processos a cada instante, o seu negócio não pode ficar para trás, ” comenta Gola.

Prepare a mistura de gerações. Bem-vindos à “era dos millennials”

Adaptar as gerações antigas aos millenials (nascidos a partir de 1980) é um movimento necessário para trazer uma nova dinâmica aos negócios. Em 2020 essa nova geração será responsável por 50% da força de trabalho global. ” É importante que as gerações antigas estejam adaptadas e integradas com as novas gerações. A troca de aprendizado pode ser muito enriquecedora. Tanto para os mais jovens quanto para os funcionários mais experientes”, diz a executiva.

A importância da diversidade nas lideranças

A diversidade é uma realidade para o cliente final. Segundo pesquisa da Mckinsey, Diversity Matters, as empresas que apostaram em diversidade em sua liderança tiveram um retorno de produtividade de 53% quando comparado com a concorrência. “Ter um ambiente humano e com ideias e pensamentos diversos enriquece os negócios, além de reter talentos e atrair novas oportunidades. É essencial estar aberto à diversidade”, pontua Gola

Transparência como modelo de negócios

O ambiente político nos mostra que transparência nos negócios é essencial, especialmente para o cliente final. Em pesquisa feita pela consultoria Sprout, nos EUA, 86% das pessoas acreditam que transparência é um dos fatores mais importantes para qualquer negócio. “Monte um modelo de negócio transparente, tanto em relação aos resultados quanto às metodologias aplicadas. Além de ter impacto no público final, sua marca será referência no mercado”, esclarece a diretora-executiva.

CFOs são os seus olhos no mercado

Os CFOs (diretores financeiros) são a sua conexão entre o mercado financeiro e o balanço da sua empresa. É importante que o novo CFO tenha um olho no mercado financeiro e que tenha boas relações com os analistas e especialistas do c-level (alto escalão). “Hoje em dia o CFO vai muito além de um cargo de direção financeira. Ele terá um olhar no mercado, antecipando tendências, sincronizando equipe e modificando processos. Seu campo de atuação é muito mais amplo”, analisa Gola.

Fonte: Assessoria