gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Remdesivir: medicamento aprovado pela Anvisa é de alto custo

12 de março de 2021

Remdesivir: medicamento aprovado pela Anvisa é de alto custo e de uso exclusivo para hospitais

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou na manhã desta sexta-feira, 12, a utilização do antiviral Remdesivir para o tratamento da Covid-19 no Brasil. A recomendação é que ele seja administrado em adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos e com peso corporal de, pelo menos, 40 kg e em paralelo deve ser usado oxigênio de baixo ou alto fluxo, ou outra ventilação não invasiva no início do tratamento.

O presidente do Conselho Regional de Farmácia de Alagoas, Robert Nicácio, ressalta que este é um medicamento de uso exclusivo para hospitais. “As farmácias não terão este medicamento disponível para venda por dois motivos: ele é de administração hospitalar e o custo é muito alto”, informou. Nos EUA, em outubro do ano passado, o tratamento com este medicamento era de US$ 32, mil por paciente, o equivalente a acerca de R$ 18 mil.

Robert comenta que este medicamento já foi testado em outras patologias, como por exemplo, o ébola e os resultados não foram satisfatórios. “Ele é uma novidade no mercado brasileiro, como os custos para a fabricação de um novo medicamento é muito alto, as farmacêuticas estão aplicando testes nos produtos já existentes”, explicou.

A orientação ainda é que a população continue seguindo todas as recomendações de saúde: como uso de máscara, álcool gel, lavagem das mãos e distanciamento social. “E aos grupos que estão contemplados com a vacina, não deixem de tomar porque ela é quem vai proteger a sua saúde”, pontuou.