gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Seguro viagem: benefício de cartões de crédito nem sempre é lembrado

05 de dezembro de 2018

Muitos viajantes optam por contratar cobertura antes mesmo de consultar os benefícios oferecidos pelas bandeiras de cartões. Imprevistos como perda de bagagens e cancelamento de voos são alguns dos prejuízos que podem ser eliminados ou, pelo menos, reduzidos

A contratação de um seguro viagem é imprescindível para quem pretende viajar e curtir suas férias com tranquilidade e se assegurar contra eventuais imprevistos. O que muitas pessoas não sabem – ou se esquecem – é que essa cobertura, em alguns casos, é oferecida por muitas bandeiras de cartão de crédito, gratuitamente. Basta emitir o bilhete de seguro online, diretamente pelo site da bandeira do cartão.

“Se a passagem foi adquirida pelo cartão elegível ao benefício, basta o usuário acessar o site da bandeira para emitir o bilhete de seguro antecipadamente”, lembra Alexandre Moreno, Gerente de Seguros Pessoais da AIG Brasil, empresa parceira das principais bandeiras para a oferta do seguro viagem.

As coberturas oferecidas variam, mas, de forma geral, as mais comuns são despesas médicas, traslado de corpo e traslado médico, morte ou invalidez em viagem. “O segurado também pode contar com garantias adicionais de acordo com a categoria do seu cartão. Entre elas, estão o cancelamento de um voo. Neste caso, o seguro pode cobrir as despesas de estadia, alimentação, entre outras”, completa. Os detalhes da cobertura estão disponíveis online, nos sites das principais bandeiras de cartões de crédito.

Contar com seguro viagem é uma exigência para conhecer alguns destinos internacionais

Há países que exigem que as pessoas tenham seguro viagem, de acordo com o tratado de Schengen. Ao todo são 30 países, incluindo a União Europeia. Antes de comprar a passagem para ir para estes países, é fundamental contratar uma cobertura mínima de 30 mil euros que garanta assistência médica em caso de doença ou por acidente.

“Ao adquirir a apólice, o segurado precisa avaliar qual é a mais adequada. A maioria das seguradoras informa quando a apólice atende ao acordo de Schengen”, explica Alexandre, que recomenda que a contratação do seguro seja feita com um mês de antecedência da data da viagem.

 

Fonte: Assessoria