gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Seguro de transporte de carga: como economizar até 30%

06 de julho de 2017

allwallpapersfree.blogspot.com

O seguro de transporte de carga é um produto relativamente difundido no mercado brasileiro e existem diversas formas de negociação. Nem todas as empresas sabem, mas é viável contratar este seguro diretamente com uma corretora e garantir uma economia de até 30%. Com isso, é possível usufruir dos benefícios da apólice com a definição de uma cobertura adaptada às necessidades do embarcador (dono da mercadoria).

“Quando o dono da mercadoria contrata o próprio seguro, a apólice é modelada para atender as particularidades do produto a ser transportado, além de considerar coberturas mais amplas. Sendo a contratação feita pelo transportador, em geral, o seguro é contratado para a atividade de transporte, independentemente da carga a ser movimentada. Ou seja, o custo do seguro embutido no frete para o transporte de uma carga de papel pode ser o mesmo de uma carga de televisores, por exemplo”, explica Jeferson Bem, superintendente de riscos patrimoniais e financeiros da TRR.

O mais comum é o embarcador delegar a responsabilidade de contratação de uma apólice ao transportador, que inclui o custo no preço do frete. Mas, por ser indispensável para prevenir prejuízos na cadeia de distribuição de produtos, como risco de roubo e acidentes, a contratação direta com uma corretora traz a garantia de uma economia considerável e uma definição conforme o tipo de carga.

Ainda de acordo com o executivo da TRR, “mesmo a empresa que possua cargas visadas ou perigosas, como eletroeletrônicos, produtos alimentícios, farmacêuticos, de autopeças e combustíveis, contratar o seguro diretamente com a corretora é uma garantia de economia”. As coberturas são definidas conforme o tipo de carga, percurso e a atividade da companhia. O embarcador pode contratar a modalidade de apólice conhecida como “seguro all risks”, que inclui cobertura para furto e roubo, carga e descarga, acidentes e entre outros, podendo, assim, assumir a contratação do seguro obrigatório de responsabilidade do transportador.

Além de garantir que não pagará por um risco de carga que não é o da empresa, o dono da mercadoria, quando contrata o seguro diretamente, consegue avaliar o custo de acordo com a sua disposição em assumir ou transferir riscos. Quando se tem um bom gerenciamento de risco, isso pode ser uma vantagem na negociação.

Fonte: Portogente

ALE