Seguro Notícias

A notícia de forma segura!

Samu Alagoas encerra Curso sobre Suporte Avançado de Vida

02 de julho de 2024

Arnaldo Santtos – Ascom Samu

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) concluiu, nesta sexta-feira (28), o Curso de Suporte Avançado de Vida, promovido com aulas teóricas e práticas, no Núcleo de Educação Permanente (NEP) da Central Maceió, situado no bairro Farol. Com carga horária de 130 horas, o treinamento atendeu às exigências da portaria 2.048 do Ministério da Saúde (MS). 

O treinamento visou capacitar médicos e enfermeiros em situações de atendimento pré-hospitalar, abordando temas críticos como traumatismo cranioencefálico (TCE) e traumatismo raquimedular (TRM). Também foram abordados temas como o trauma musculoesquelético, urgências e emergências neurológicas no atendimento pré-hospitalar, atendimento a pacientes afogados e os traumas relacionados, além de noções de segurança do Serviço Aeromédico.

Os módulos abordam diferentes aspectos do atendimento de urgência e emergência, com foco no trauma. No caso de traumatismo cranioencefálico (TCE), foram ensinadas técnicas de imobilização e transporte seguro, além de intervenções para estabilizar a vítima até a chegada ao hospital. Já no traumatismo raquimedular (TRM), a ênfase foi na proteção da coluna vertebral para evitar danos permanentes aos pacientes.

A coordenadora geral do Samu Maceió, enfermeira Beatriz Santana, destacou a importância do curso: “O suporte avançado de vida no atendimento pré-hospitalar é crucial para salvar vidas. A capacitação contínua da nossa equipe é essencial para prestar um atendimento de excelência à população”, frisou.

A enfermeira Juliana Tenório, coordenadora de Enfermagem do Samu, que ministrou o módulo sobre Atendimento Pré-hospitalar ao Paciente Queimado, reforçou que o treinamento específico para o atendimento a queimados é fundamental para reduzir a mortalidade e as sequelas. “A qualificação técnica e prática proporciona segurança e eficácia nesses atendimentos”, salientou.

O coordenador do Núcleo de Educação Permanente (NEP), médico Luiz Antonio Mansur Branco, ressaltou a importância do curso: “O NEP tem um papel central na formação contínua dos profissionais do Samu. A realização deste curso reflete nosso compromisso com a melhoria constante da qualidade do atendimento pré-hospitalar”, assinalou. 

AVC

O treinamento em trauma musculoesquelético incluiu discussão sobre os procedimentos em fraturas e luxações, com instruções sobre o uso de equipamentos como macas, colar cervical, e outros dispositivos de imobilização. A urgência e emergência neurológica no APH envolve, também, o conhecimento e o reconhecimento precoce de sinais do Acidente Vascular Cerebral (AVC) e outras condições críticas, com intervenções rápidas que podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

Outro assunto discutido no curso foi o atendimento a pacientes afogados, que requer técnicas específicas de ressuscitação e manejo de vias aéreas comprometidas pela água. Noções de segurança do Serviço Aeromédico complementaram o treinamento, preparando os profissionais para atuarem em resgates que envolvem helicópteros e outros meios aéreos.

“O curso foi excelente e proporciona a atualização de conhecimentos e protocolos de atendimento no APH e de forma igualitária para todos os profissionais. Com isso, é nivelado o conhecimento da equipe multidisciplinar e, assim, vai proporcionar o melhor atendimento para a população”, destacou a médica Ana Fabyola Ventura.

“O curso marcou a formação de uma nova turma de médicos e enfermeiros altamente capacitados para atuar nas situações de emergência mais críticas, fortalecendo a rede de atendimento do Samu em Maceió. Com isso, garantimos resposta rápida e eficiente às necessidades da população”, destacou o secretária de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda.