gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Retirada urgência de projeto que cria a Banrisul

11 de setembro de 2015

Secretário da Casa Civil, Márcio Biolchi | Foto: Casa Civil

Secretário da Casa Civil, Márcio Biolchi | Foto: Casa Civil

O governo estadual procedeu a duas modificações quanto à tramitação no Legislativo de iniciativas que fazem parte do Ajuste Fiscal Gaúcho na sexta-feira (4), quando protocolou mais projetos de autoria do Poder Executivo na Assembleia.
O projeto de lei (PL) 2014/2015, que trata da revisão de benefícios fiscais, e o PL 208/2015, que autoriza o Banrisul a criar estrutura societária para atuar no ramo de distribuição de seguros, previdência aberta e capitalização, tiveram regime de urgência retirada.

No último dia 27, atendendo a deputados estaduais e entidades de diversos setores que manifestaram questionamentos em relação ao PL 300/2015, o Estado também acatou a proposta de retirar o regime de urgência da matéria que prevê a extinção da Fundação Zoobotânica.

De acordo com o secretário da Casa Civil, Márcio Biolchi, nesses três casos o governo atendeu às demandas de deputados e entidades por haver dúvidas em relação a pontos específicos dos projetos, necessitando mais tempo para análise. “Acreditamos que o conjunto de medidas é complementar. Cada projeto tem contribuições que se somam ao esforço de ajuste, mas estamos dialogando, recebendo sugestões e procedendo a revisões necessárias para garantir a avaliação correta de cada matéria”, disse.

O Sincor-RS está atento e atuante junto aos Deputados Estaduais, demonstrando o absurdo da tentativa do Governador de criar mais uma estatal, na contramão da historia. Com uma mão acena que precisa privatizar instituições que vão muito bem obrigado e com a outra tenta justificar a criação de um novo elefante branco, este para empurrar seguros guela abaixo nos cidadãos correntistas do Banrisul.

Fonte: Sincor-RS