gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

MEC estuda incluir educação financeira na formação básica

11 de outubro de 2015

dinheiro-no-bolsoAté dezembro, será possível participar com sugestões para a Base Nacional Comum Curricular, do MEC, que irá apontar os conhecimentos aos quais os estudantes brasileiros deverão ter acesso, desde a educação infantil até o final do ensino médio. “É importante a mobilização do nosso mercado, para conseguirmos incluir a educação financeira como uma disciplina transversal, a ser incluída sutilmente nas disciplinas básicas”, afirmou o titular da Susep, Roberto Westenberger, durante o primeiro painel deste sábado.

Para Westenberger, a ausência da educação financeira no currículo das escolas contribui para uma sociedade despreparada para decidir, de maneira autônoma e informada, como administrar suas economias. A Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), criada em 2010 por representantes do poder público e da iniciativa privada, visa reverter esse quadro através da disseminação da educação financeira, formando cidadãos mais conscientes e, consequentemente, um mercado financeiro mais sólido.

O papel do corretor de seguros na conscientização social também foi ressaltado pelo superintendente da Susep. “A venda consultiva do seguro é um processo educacional e gera um vínculo de fidelidade entre o profissional e o cliente”, concluiu. Maria Elena Bidino, superintendente de Relações com o Mercado da CNseg e debatedora do painel, acrescentou que “o seguro não tem test drive, nem pode ser trocado após o sinistro. Por isso, é tão importante esse trabalho de esclarecimento desenvolvido pelo corretor junto ao segurado”, afirmou.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social Funenseg