gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Danos elétricos aumentam nos lares brasileiros: seguro residencial pode ser aliado

22 de Março de 2017

O Brasil é o país campeão mundial de incidência de raios. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o país fica na frente de todos os outros quando o assunto é descarga elétrica por raios. O estudo do Inpe aponta também que o número de mortes por raios diminuiu, mas o de vítimas atingidas dentro de casa cresceu.

Ou seja, engana-se quem pensa que dentro de casa está protegido de uma descarga elétrica. Um levantamento realizado pela Porto Seguro Residência mostrou um aumento de 27% nos sinistros de vendaval e danos elétricos em janeiro e fevereiro de 2017 em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os raios causam danos dentro de casa. Por isso, durante uma tempestade com descargas elétricas, é importante ficar atento. Evite ter contato físico com aparelhos elétricos ligados na tomada e, se possível, desligue-os. Por conta das correntes elétricas, o raio não precisa cair exatamente no local da residência para causar danos: se um raio cair próximo à casa, ele pode ser induzido por correntes elétricas na fiação.

Os danos elétricos também podem causar prejuízos financeiros inesperados. Aparelhos como geladeira, televisão e aquecedor podem queimar com as descargas elétricas. Por isso, um seguro residencial pode ser bastante útil nessas situações.

Cobertura de danos elétricos do seguro residencial

Segundo a Bidu Corretora, o seguro residencial pode ser um aliado nessas situações. A cobertura de danos elétricos garante indenização caso sua geladeira queime durante uma tempestade ou o microondas pare de funcionar depois de uma descarga elétrica. Com essa cobertura você receberá reembolso em caso de danos ocorridos em algum aparelho elétrico da sua casa.

E o seguro residencial tem um preço acessível: ele costuma custar de 0,5% a 1% do valor do imóvel, de acordo com as coberturas contratadas. Por exemplo, para uma casa com o valor de reconstrução de R$ 500 mil, o seguro custa em média R$ 65 por mês. Ele garante cobertura para diversos riscos, como queda de raio, explosão e incêndio, e você pode contratar coberturas extras, como roubo e furto, vendaval, acidentes pessoais, vidros e muitas outras.

Mas vale lembrar: é muito importante prevenir danos por raios. Quando possível, tire os aparelhos da tomada e se abrigue em um local seguro.

Fonte: NR-7