gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Corretor de seguros deve ser porta-voz da segurança no trânsito

15 de agosto de 2015

Presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo

Presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo

“Como representantes de entidades do mercado de seguros, temos que ser disseminadores desta causa, cobrando e pressionando as autoridades para mudanças positivas e que atinjam toda a sociedade”, alerta o presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, durante o Seminário sobre a Lei do Desmonte, Acidentologia e Vitimação no Trânsito. O evento foi realizado pela Fenacor, em parceria com a Escola Nacional de Seguros, apoio da FenSeg, e aconteceu em São Paulo, na quarta-feira (12/08).

Para debater o tema, o presidente da Fenacor, ex-deputado federal e autor da Lei nacional de Desmonte, Armando Vergílio, contou como a legislação foi desenvolvida, após ser vetada integralmente pela presidente Dilma Rousseff no seu primeiro ano de mandato. “A Lei nº 12.977 foi fruto de um trabalho de todo o Congresso, do Ministério da Justiça e, principalmente, do mercado de seguros”.

Vergílio discorreu também sobre os benefícios da Lei, ressaltando que diversos setores da sociedade serão atingidos. “Efeitos positivos na economia, com a geração de novos empregos, no meio ambiente, pela sustentabilidade no uso de peças usadas, na segurança viária, evitando a utilização de peças adulteradas que podem causar acidentes. Além, é claro, de benefícios para o setor de seguros, que poderá abaixar o valor do seguro auto, trazendo mais consumidores”, descreve.

Camillo também ressaltou as vantagens da legislação, afirmando que a sociedade é a principal beneficiária. “Definitivamente, a Lei trará vantagens a toda cadeia de seguros, mas, a população é a maior ganhadora, tanto como consumidora, quanto como cidadã”, explica o presidente do Sincor-SP.

Fonte: Comunicação Sincor-SP