gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

Cacá Gouveia é cotado para disputar eleição da OAB/AL 2021

06 de agosto de 2021

Cacá larga com apoio do Ex-Presidente da OAB Jose Areias Bulhoes, e vários outros nomes da advocacia Alagoana

A pré-campanha está em andamento para a escolha de quem vai conduzir os rumos da advocacia em Alagoas. O nome do advogado Antônio Carlos Gouveia, o Caca Gouveia, circula como um dos possíveis nomes que encabeçar a chapa apoiada pelo o movimento que busca resgatar a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Alagoas (OAB/AL) e promover uma ordem com independência. Segundo as pesquisas, seu nome está entre os três favoritos ao cargo.

O nome de Cacá Gouveia, tem sido muito bem recebido entre a classe, sempre como um advogado militante, atua nas áreas da justiça cível e penal, bem como justiça do trabalho e justiça federal, há mais de 20 anos, filho de um tradicional e conhecido médico pediatra Dr. Milton Hênio.

O pré-candidato se destacou em várias funções como presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública – CONSEG, integrante do Conselho Penitenciário de Alagoas e do Fórum de Combate à Corrupção em Alagoas, foi presidente da Comissão Eleitoral junto a OAB, desembargador substituto do Tribunal Regional Eleitoral, subsecretário de Educação, subsecretário de Justiça e Cidadania. Cacá Gouveia também ficou a frente da administração do Departamento Estadual de Trânsito – Detran-AL, onde recebeu grande destaque por mudar a imagem de um Órgão tido como berço de corrupção.

De acordo com Cacá Gouveia, a OAB não tem participado de nenhum dos momentos que vive o Brasil, e principalmente Alagoas, passando despercebida em todos os âmbitos dos acontecimentos locais e principalmente políticos, sem contar grande omissão em defesa dos interesses da sociedade civil, e dos advogados.

“Quero trabalhar por dias melhores para advocacia, melhorias no mercado de trabalho, estamos numa situação de verdadeiro estado de perigo. A nossa ideia é fazer com que esse grupo de advogados militantes resgate a credibilidade da Ordem e que toda a categoria possa ter acesso aos mesmos benefícios para o triênio 2022-2024”.