gratta-180x90

Seguro Notícias

O seu portal de seguros

A importância dos cuidados com a gengiva

16 de Abril de 2018

Segundo dentista da Odonto Empresas, manter a gengiva saudável faz toda diferença para a saúde bucal

Gengivas muito sensíveis, inchadas, com vermelhidão ou apresentando sangramentos na hora da escovação, podem ser sinais de gengivite. A inflamação acontece pelo acúmulo de placa bacteriana e é um dos principais problemas causados pela falta de cuidados com a gengiva.

Segundo Rosane Menezes Faria, dentista da Odonto Empresas, do grupo Caixa Seguradora, além da higiene dos dentes, é importante dar atenção especial às gengivas, eliminando qualquer resíduo de alimento presente na região.

“Se ignorada, a gengivite pode causar mau hálito e evoluir para outros problemas bucais, como a periodontite, doença que atinge o suporte dos dentes”, explica Rosane.

A dentista separou alguns cuidados essenciais para manter a gengiva saudável e ajudar na prevenção de doenças no local. Confira:

  • O principal causador de doenças na boca é a falta de higienização. Logo, remover resíduos alimentares que ficam principalmente entre os dentes, eliminando a placa bacteriana, ajuda na prevenção desses problemas.

 

  • É importante ressaltar que não é necessário aplicar muita força durante a escovação, pois pode acabar agredindo a gengiva. O ideal é que a escova seja usada de forma leve em todas as faces dos dentes.

 

  • A ida ao dentista regularmente também deve ganhar importância na prevenção do acúmulo de placa. Uma vez que ela endureça e se torne tártaro, somente uma limpeza profissional conseguirá removê-la.

 

  • O hábito de passar fio dental pode parecer um tanto incômodo, porém a prática é essencial para remover os alimentos que ficam entre os dentes e embaixo das gengivas, onde a escova não pode alcançar.

 

  •  Uma boa alimentação contribui muito para a prevenção de doenças gengivais, além de ser essencial na nutrição dos maxilares, tecidos da gengiva e dentes. O excesso de açúcares e bebidas ácidas, como os refrigerantes, colaboram significativamente na formação da placa bacteriana.

Fonte: Assessoria